Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

MTST invade mais um terreno em São Paulo

Mesmo com as demandas atendidas pelo poder público, que transformou a área da Copa do Povo em moradia, sem-teto continuam com invasões

Cinco dias depois de o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) desocupar o terreno em São Paulo batizado de Copa do Povo, o grupo realiza uma nova invasão. Na noite desta sexta-feira, por volta da meia-noite, cerca de 900 militantes liderados pelo filósofo Guilherme Boulos ocuparam uma área no Jardim Colombo, na Zona Oeste da capital.

A maioria das pessoas veio de bairros da região, como Jardim de Paraisópolis e da vizinhança. Isso é comum nas invasões do MTST, que realiza as chamadas “reuniões de base” na região que pretende invadir para angariar moradores da locais e calibrar o quórum do acampamento.

Leia também:

MTST compra terreno da Copa do Povo por R$ 35 mi. Com verba pública

A ocupação fantasma dos sem-teto em SP

Integrantes do MTST deixam área da invasão da Copa do Povo, em Itaquera

Segundo a Polícia Militar, um parte do terreno pertence à Prefeitura de São Paulo e a outra parte é uma propriedade privada. A PM permaneceu no local aguardando representantes da prefeitura ou do terreno, mas ninguém tinha comparecido até esta madrugada.

A vitória do MTST, que conseguiu transformar a área da Copa do Povo em região dedicada à moradia popular após uma invasão que durou mais de três meses, despontou como estímulo para esse tipo de ação direta.