Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Motorista avança contra protesto do MST e mata um em Valinhos

Segundo a PM, três pessoas foram atropeladas e a vítima, um homem, chegou a ser socorrido com vida. Autor do atropelamento fugiu e continua foragido

Um motorista avançou com uma caminhonete contra uma manifestação do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) na manhã desta quinta-feira, 18, em Valinhos (SP), e atropelou três pessoas. Uma delas, que de acordo com o MST é um homem de 76 anos, chegou a ser socorrido com vida, mas morreu. O atropelamento aconteceu em frente ao acampamento Marielle Vive.

Segundo a Polícia Militar, que registrou a ocorrência às 8h07, os integrantes do MST haviam ocupado os dois sentidos na altura do quilômetro sete da Alameda dos Jequitibás, na zona rural de Valinhos, para protestar contra a falta de água no acampamento, quando o motorista avançou sobre os manifestantes. Ainda conforme a PM, ele fugiu e continua foragido.

Entre os atropelados, a vítima fatal, que segundo o movimento se chama Luiz, chegou a ser levado a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o MST, além de pressionar a prefeitura de Valinhos pelo fornecimento de água, o protesto também envolvia a entrega de alimentos.

Iniciado em abril de 2018 após invasão na Fazenda Eldorado Empreendimentos, o acampamento Marielle Vive, batizado em homenagem à vereadora carioca Marielle Franco, assassinada em 2018 no Rio, tem cerca de 1.000 famílias, segundo o MST.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Felipe Meirelles

    Ótimo! Essa pessoa não deveria ser presa, é um heroi! Em mais de 16 anos de governo petista os sem terra ainda não tem terra? Me admira a Veja perdendo tempo noticiando isso, os senhores estão muito “esquerdinhas” pro meu gosto! Por isso vou cancelar TODAS minhas assinaturas da Editora Abril.

    Curtir

  2. Paulo Bandarra

    O que uma pessoa que recebe aposentadoria do governo está fazendo bloqueando estradas?

    Curtir

  3. A violência, e a impunidade!!, das quadrilhas de saqueadores de terras gera revolta

    Curtir

  4. Marcio Angelim

    Quem comemorar a morte de outro ser humano pode ficar certo que sua alma está a caminho do inferno. O céu e o inferno não tem ideologia política.

    Curtir

  5. Marcio Angelim

    Quem comemorar a morte de outro ser humano pode ficar certo que sua alma está a caminho do inferno. O céu e o inferno não tem ideologia política. Tenham consciência.

    Curtir