Clique e assine a partir de 9,90/mês

Moraes, Trump e o ‘fim’ da recessão: as manchetes de 22/02/17

Alexandre de Moraes no STF, a declaração de Henrique Meirelles de que a recessão "acabou" e os novos decretos de Donald Trump

Por Da redação - Atualizado em 22 fev 2017, 10h37 - Publicado em 22 fev 2017, 07h05

A aprovação do ex-ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para o Supremo Tribunal Federal, é destaque nos principais jornais do país nesta terça-feira.  Também está nas manchetes a avaliação do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, de que a recessão já passou e que o Brasil deverá entrar em uma longa trajetória de crescimento. Os decretos do presidente americano Donald Trump sobre alvos de deportação também estiveram em foco.

Veja os destaques dos jornais brasileiros nesta terça-feira:

Folha de S.Paulo (SP)
Governo Trump divulga nova política anti-imigração com mais deportações
Entre as decisões mais polêmicas dos novos decretos está a de autorizar a deportação “expressa” para imigrantes ilegais que não consigam comprovar que vivem nos EUA de forma contínua por ao menos dois anos.

Folha de S.Paulo (SP)
Anvisa proíbe uso de implante contraceptivo definitivo
A Anvisa determinou a suspensão da importação, distribuição, venda e do uso do Essure, um método de contracepção permanente.O Essure é um implante de aço inoxidável revestido por níquel-titânio, colocado nas tubas uterinas para impedir a gestação.

O Globo (RJ)
‘A mensagem é que essa recessão já terminou’, afirma Meirelles
Expectativa de inflação e juros em queda, além de sinais de recuperação da produção industrial levaram  o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a afirmar que a recessão acabou e o Brasil entrou na rota do crescimento econômico. Meirelles observou, no entanto, que o país ainda sofre as consequências da crise.

Valor Econômico (SP)
Igrejas criam operadoras virtuais
Embora representem menos de 1% da base de usuários da telefonia móvel no país, as operadoras virtuais, que alugam capacidade de rede das grandes companhias, cresceram quase 40% em 2016. A seguradora Porto Seguro responde por boa parte da expansão desse mercado, que também atrai igrejas evangélicas.

Jornal do Commercio (PE)
Tom Zé está criando a trilha satírica da operação Lava Jato
Desde os tempos em que Juca Chaves virou o rei das sátiras políticas, no final dos anos 50, um compositor brasileiro não disparava tão forte e constantemente em direção a um alvo. No caso do baiano Tom Zé, o foco é a operação Lava Jato e seus desdobramentos. A ação da PF e as decisões do juiz Sérgio Moro já o inspiraram a compor marchinhas, frevos e sambas. Queremos as Delações e Sabatina em Latim são algumas das composições.

O Estado de Minas (MG)
Alexandre de Moraes é aprovado por comissão do Senado para o STF
O ex-ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou que se sente capaz de atuar na Corte com neutralidade. Ele minimizou a responsabilidade que terá, caso aprovado, em ser o revisor de plenário das investigações da Operação Lava Jato e trabalhar em casos que envolvem membros do governo Michel Temer. Ele foi sabatinado no Senado por mais de 12 horas.

O Estado de S.Paulo (SP)
Jucá pede desculpas por citar ‘suruba’ e diz que se referia à música dos Mamonas

O líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá conseguiu piorar sua situação ao pedir desculpas por ter usado o termo “suruba selecionada” quando se referiu ao foro privilegiado em entrevista ao jornal. Alegou haver citado a música da banda Mamonas Assassinas, Vira-vira, para fazer referência ao termo, mas que a reportagem não registrou tal fato.

Leia as principais manchetes:

Folha de S.Paulo (SP): Trump expande remoção expressa de imigrante ilegal

Continua após a publicidade

O Estado de S.Paulo (SP): Aprovado em sabatina, Moraes diz não dever favor

Valor Econômico (SP): PMDB vai liberar voto na reforma da Previdência

O Globo (RJ): ‘Luz barata’ de Dilma custa R$ 62 bi para o consumidor

O Estado de Minas: Moraes não abre mão de ser revisor da Lava-Jato

Continua após a publicidade

Zero Hora (RS): Inquérito apura financiamento de facção criminosa por delegado

Correio Braziliense (DF): As águas não vão rolar no carnaval do Plano

Jornal do Commercio (PE): Dizer mais o quê?

A Tarde (BA): Moraes afirma que nunca advogou para a facção PCC

Continua após a publicidade

O Popular (GO): Prefeitura só vai pagar atrasados no fim do ano

O Liberal (PA): INSS passa no pente-fino 30 mil benefícios no Pará

 

 

Publicidade