Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Missa pelas vítimas no Haiti reúne 10.000 em Aparecida

Cerca de 10.000 pessoas participaram nesta quinta-feira de uma missa no Santuário Nacional de Aparecida, Vale do Paraíba, SP, em homenagem às vítimas do terremoto que atingiu o Haiti na terça-feira, matando pelo menos 14 militares brasileiros que trabalhavam no país.

A missa em Aparecida, que teve início às 9h, foi celebrada pelo padre Antônio Agostinho Frasson e co-celebrada pelo padre Maciel Pinheiro. Foram citados os nomes de todos os militares brasileiros mortos. O nome de Zilda Arns também foi lembrado e imagens da fundadora da Pastoral da Criança eram exibidas em um telão durante as orações.

Alguns familiares de militares brasileiros que estão no Haiti participaram da missa. Dez dos 14 militares mortos em Porto Príncipe faziam parte do 5º Batalhão de Infataria Leve de Lorena, cidade do Vale do Paraíba localizada a cerca de 20 quilômetros de Aparecida.

Atualmente, o Brasil lidera e possui cerca de 1.300 militares na missão de paz das Nações Unidas, a Minustah, enviada ao país depois de uma sangrenta rebelião, em 2004. Outros 50 civis brasileiros vivem no país.