Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Menor participa de arrastão a restaurante na Zona Sul

Segundo delegado, jovem havia sido apreendido no último domingo com uma moto roubada e foi liberado; desta vez, ele foi para a Fundação Casa

Após tentarem roubar um restaurante com uma arma de brinquedo, três pessoas, entre elas um menor de idade de 16 anos, foram detidas na Estrada do Campo Limpo na noite desta quinta-feira. André Felipe Grigório de Moura, de 20 anos, Cleiton da Silva Ribeiro, também de 20, e o jovem que, segundo a polícia, portava a pistola falsa, abordaram os clientes do Feijão de Corda, na Zona Sul de São Paulo. Uma viatura da Rota que estava na região prendeu os três suspeitos.

O trio chegou ao local perto das 21h. Um deles ficou no carro e os outros dois entraram. No restaurante, um deles pediu um refrigerante e o outro foi ao banheiro. Ao retornar, anunciaram o assalto. Além dos funcionários, um casal que jantava no local foi abordado. Os dois suspeitos levaram três celulares, dois cartões e a bolsa da garçonete Maria Oliveira Neves Miranda, de 34 anos. “Há catorze dias fui assaltada aqui. Por incrível que pareça, também foi na quinta-feira, mas a polícia não conseguiu recuperar minhas coisas”, contou. Em menos de cinco minutos, o grupo terminou o assalto, encontrou o parceiro no estacionamento e fugiu.

Leia também:

Crianças fazem arrastões na ligação de SP com São Caetano

Reinaldo Azevedo: Legislação cria demanda por “menores assassinos” no Brasil

Durante a fuga, na Avenida Carlos Lacerda, uma viatura se aproximou. Os suspeitos fugiram e, mais adiante, foram abordados. Os policiais recuperaram a bolsa, os celulares e os cartões, além de 485 reais. O trio confessou o roubo, segundo a polícia. Eles foram encaminhados ao 89º DP (Portal do Morumbi) junto com os objetos roubados.

De acordo com o sargento Alexandre Cirillo, da 3ª Companhia da Rota, o menor que participou do roubo já havia sido apreendido pela polícia no último domingo com uma moto roubada. Ele foi levado até uma delegacia e logo liberado. “A gente faz apreensões de menores direto nessa região”, afirma o militar. Ainda segundo Cirillo, o restaurante já foi roubado várias vezes. De acordo com a Polícia Civil, o menor será encaminhado para uma unidade da Fundação Casa.

(Com Estadão Conteúdo)