Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Meirelles, currículo escolar e Oi nas manchetes de 21/12/17

Em programa eleitoral do PSD, ministro da Fazenda lançará bases de sua pré-candidatura à presidência

Por Da redação 21 dez 2017, 07h48

Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, novo currículo escolar e acordo da Oi com credores estão nas manchetes dos principais jornais do país nesta quinta-feira. Em programa do PSD, Meirelles adotará tom eleitoral para criticar PT e dizer que brasileiro não quer ‘aventuras’, segundo o Estado de S.Paulo. A Folha de S.Paulo destaca que o Ministério da Educação homologou a Base Nacional Comum Curricular, que prevê o que será ensinado a cada ano da educação básica. No Globo, valores obtidos com a venda de ativos da Oi terão de ser destinados à melhoria dos serviços e da rede da operadora.

O Estado de S.Paulo
Meirelles, na TV, critica gestão Dilma e ‘populismo’
Meirelles  ocupará praticamente todo o programa eleitoral do PSD no rádio e na TV, hoje, para lançar as bases de sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto, apesar de afirmar que só tomará a decisão de concorrer ou não à Presidência depois de março. Em tom eleitoral, ele atacará “o populismo e os oportunistas que fazem mal ao País”. 

Folha de S.Paulo
Currículo escolar nacional passa a valer em dois anos
Discutido ao longo de três anos, currículo prevê o que escolas públicas e privadas devem ensinar a cada ano da educação básica (crianças e jovens de 0 a 14 anos). A norma vai basear a elaboração dos currículos escolares e terá impacto também na produção de livros. O sistema educacional tem até 2020 para se adequar. 

Lula declara ter ‘tesão de 20 anos’ para ser candidato
O ex-presidente Lula (PT) disse não temer ser condenado no julgamento do caso tríplex em segunda instância, em 24 de janeiro. “A minha condenação será a negação da Justiça.” Ele também reiterou que concorrerá à Presidência. “Como podem tentar evitar que um velhinho de 72 anos, energia de 30 e tesão de 20 seja candidato? Não é possível.”

O Globo
Oi ganha fôlego para investir em serviços
A Oi obteve o aval da maioria de seus 55 mil credores a seu plano de recuperação judicial. Na negociação, a empresa aceitou ampliar de três para cinco anos o prazo durante o qual todos os recursos levantados com a venda de ativos deverão ser destinados a investimentos. Com isso, terá fôlego para melhorar os serviços a seus 63 milhões de clientes e também a usuários de outras operadoras que alugam a rede da tele. 

Valor Econômico
Credores derrotam Tanure e podem ficar com 75% da Oi
Em assembleia, credores aprovaram proposta que reduz a dívida total da Oi de R$ 64 bilhões para R$ 38,5 bilhões, dilui drasticamente a participação dos atuais acionistas e abre espaço para os credores assumirem, num primeiro momento, até 75% do capital da empresa.

Correio Braziliense
Drones vão flagrar quem usa o celular enquanto dirige
No Distrito Federal, agentes foram treinados para operar drones que vão filmar motoristas ao celular. Além disso, eles usarão o aparelho para flagrar manobras arriscadas e veículos estacionados em locais proibidos. Mas, pelo menos por enquanto, segundo o Detran, as filmagens feitas pelo equipamento não vão se transformar em multas.

Continua após a publicidade
Publicidade