Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

MC Daleste: assassino efetuou disparos a 40m do palco

Equipe de peritos fez reconstituição na cena do crime; polícia ainda não apontou suspeitos

O atirador que matou o funkeiro Daniel Pellegrine, de 20 anos, conhecido como MC Daleste, era “habilidoso” e estava a uma distância entre trinta a quarenta metros do cantor quando efetuou os disparos. Essas são algumas das conclusões da reconstituição do crime, que foi realizada nesta quinta-feira por uma equipe do Instituto de Criminalística de Campinas.

O trabalho para determinar a trajetória da bala também apontou que os tiros partiram de um setor descampado, próximo a um matagal, o que pode ter facilitado a fuga do atirador. Os tiros e a queda de Daleste ferido no palco foram registrados em dezenas de fotos e vídeos capturados pelo público.

Leia também:

MC Daleste: da ostentação à tragédia

Por causa da distância considerável entre o palco e o local de onde partiram os disparos e da precisão dos dois tiros que atingiram o cantor, a perita Ana Paula Diez disse que é possível concluir que o atirador era “habilidoso” e “experiente”. Ainda assim, a perícia não descarta totalmente a participação de um segundo atirador. Até o momento, a polícia ainda não apontou nenhum suspeito.

Para realizar a reconstituição, os peritos isolaram a área do crime e posicionaram o palco usado no show – uma carreta com uma abertura lateral – na mesma posição do dia do crime. Cerca de duzentas pessoas, a maioria delas habitantes de conjuntos residenciais da região, acompanharam os trabalhos da perícia.

Segundo a perita Diez, ainda não foi possível determinar que tipo de pistola foi usada no crime. Apenas fragmentos de bala foram encontrados no corpo de MC Daleste e nenhum cartucho foi encontrado na cena do crime.

Crime – MC Daleste foi morto no dia 7 de julho, quando fazia um show em uma festa junina ao lado do conjunto habitacional da Vila San Martin, na periferia de Campinas. Mais de 3 000 pessoas acompanhavam a apresentação, que era gratuita.

Por volta de 22h40, cerca de dez minutos depois do início do show, o primeiro disparo atingiu o cantor de raspão, na região da axila. Mesmo assim, Daleste continuou o show – a polícia suspeita que ele não percebeu o ferimento. Minutos depois, ele recebeu um segundo disparo, dessa vez mais grave, atingindo o abdômen e saindo pelas costas. Daleste chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu ao ferimento.