Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Mantega se junta aos que querem Resolução 72 aprovada

Por Da Redação 22 mar 2012, 15h12

Por Célia Froufe e Renata Veríssimo

Brasília – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, engrossou nesta quinta-feira o coro do governo que quer ver aprovada pelo Congresso a Resolução 72, que pretende acabar com a “guerra dos portos”. A Resolução 72 procura unificar a alíquota de ICMS interestadual cobrada em produtos e bens importados. A proposta do governo federal é a de que as alíquotas de 7% a 12% (de acordo com o Estado e o produto) passem a ser de 4% para todos.

“Hoje, está tendo incentivo para o importador. O Brasil tem mercado consumidor e está sendo apropriado por importações. Neste sentido, aprovar a resolução é importante”, disse Mantega, durante entrevista coletiva, após reunião com empresários e a presidente Dilma Rousseff.

Ele ressaltou que os empresários dialogarão com Congresso sobre as mudanças. “Estamos exportando empregos. Justamente no momento que está todo mundo desesperado”, comentou. O ministro disse também que outro assunto abordado na reunião foi o desenvolvimento tecnológico. “O avanço tecnológico é importante neste momento em que a concorrência está aguda. Não é deixando trabalhador passando fome que vamos crescer mais”.

Continua após a publicidade

Publicidade