Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mãe e quatro filhos são encontrados mortos em São Paulo

Polícia trabalha com a hipótese de envenenamento por causa de vômito encontrado junto aos corpos

Por Da Redação 17 set 2013, 07h59

Uma família foi encontrada morta na cidade de Ferraz de Vasconcelos, região metropolitana de São Paulo, no início da madrugada desta terça-feira. As vítimas são três meninas de 7, 11 e 16 anos, um menino de 12 anos e a mãe das crianças, a auxiliar de enfermagem Dina Vieira Lopes da Silva, de 42 anos.

Os corpos foram encontrados no apartamento da família pelo namorado da mulher, o boliviano Alex Guinones Pedrazza, de 33 anos, que chamou a polícia. Cada membro da família foi encontrado em cômodos diferentes da casa. As duas mais novas estavam caídas no chão da sala. A mãe estava deitada de bruços numa cama de casal. O garoto encontrava-se no quarto dos fundos e a adolescente, no banheiro. Com exceção do menino, todas as vítimas estavam seminuas.

Segundo o boletim de ocorrências, a polícia deparou-se com o local já arrombado. Pedrazza, junto com o subsíndico do prédio e um vizinho, havia aberto a porta à força e topado com a cena do crime.

Segundo a Polícia Militar, não havia sinal de violência nas vítimas. Como o chão do apartamento estava sujo com muito vômito e fezes, foi levantada a hipótese de envenenamento. Pedrazza foi ouvido pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira.

Uma jarra de suco, uma forma com bolo e uma panela de pressão com alimentos foram recolhidos para exames toxicológicos. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Suzano, também na Grande São Paulo.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) assumiu as investigações do caso.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade