Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Kassab abre exceção para camelôs deficientes e idosos

Por Da Redação
23 Maio 2012, 10h30

Por Artur Rodrigues

São Paulo – Após anular licenças dos camelôs e dar um mês para que eles saiam definitivamente das ruas do centro de São Paulo, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) recuou e abriu uma exceção em relação a vendedores ambulantes deficientes e idosos. Kassab garantiu na manhã de ontem que vai “oferecer a eles segurança para que seu trabalho e seus rendimentos não cessem” enquanto shoppings populares são construídos.

A Prefeitura ainda estuda, porém, se os camelôs que se enquadram nesse perfil continuarão trabalhando normalmente ou se alguma outra solução será adotada. “Teremos nessas quatro semanas a oportunidade de construir uma forma de tê-los abrigados enquanto não tem solução definitiva do shopping”, disse. Quando os espaços ficarem prontos, idosos e deficientes terão prioridade.

Para os outros camelôs, no entanto, Kassab não apresentou nenhuma solução a curto prazo. Os três shoppings populares que vão abrigá-los ainda estão sendo planejados. A previsão do prefeito é de que fiquem prontos “ainda ao longo do ano que vem”. “Se puder ainda neste ano, melhor.”

Continua após a publicidade

Sem acreditar no prefeito, os camelôs deficientes e idosos pretendem ir hoje à tarde ao Ministério Público pedir a garantia do direito de trabalhar. A Defensoria Pública do Estado, que já conseguiu decisão temporária que impede que camelôs da zona leste sejam tirados da rua, pensa em entrar com ação civil pública similar em toda a cidade.

A advogada Juliana Avanci, do Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos, que presta auxílio aos ambulantes, afirma que não são só deficientes e idosos que precisam de ajuda na transição. “A Prefeitura não pode tirar a licença de pessoas que trabalham há 30 anos sem dar alternativas de trabalho.” As informações são do jornal O Estado de S.Paulo

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.