Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Justiça decreta prisão preventiva de integrantes do Black Bloc

Trio apontado como responsável pela página "Black Bloc RJ" está em presídio de São Gonçalo; ele foram detidos na última quarta-feira

Por Da Redação 6 set 2013, 16h58

A Justiça decretou a prisão preventiva dos três administradores da página “Black Bloc RJ”, do Facebook, presos na última quarta-feira. O trio foi detido em flagrante. A partir de agora, os suspeitos podem ficar até 30 dias em presídio, renováveis por mais 30. A decisão da Justiça acirra, na véspera de um grande protesto programado para o desfile de 7 de Setembro, o clima de tensão instalado entre autoridades policiais e manifestantes.

Os três integrantes do Black Bloc presos na quarta-feira foram indiciados pelos crimes de formação de quadrilha e incitação à violência. Um deles também foi autuado por pedofilia por ter imagens de menores fazendo sexo no computador. Na delegacia, um dos homens, de 21 anos, admitiu ser um dos líderes do movimento. O pedido para transformar o flagrante em prisão preventiva foi da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI).

LEIA TAMBÉM:

Protestos levam Exército a reduzir desfile de 7 de Setembro

Continua após a publicidade

Manifestantes planejam pintar os rostos para driblar restrição às máscaras

Polícia prende integrantes do Black Bloc em casa

Estão programados para o sábado três protestos no Rio de Janeiro: às 7h30 e às 14h, no centro, e às 17h, no Largo do Machado, de onde os manifestantes costumam marchar para o Palácio Guanabara, sede do governo do estado. Como mostrou reportagem do site de VEJA, o desfile militar deste ano será 40% menor, com apenas 6.000 integrantes e uma hora a menos de duração. O motivo é evitar a exposição da tropa aos protestos e liberar a Avenida Rio Branco, onde era feita a concentração, para a passagem de manifestantes.

Continua após a publicidade

Publicidade