Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Internos fazem dezessete reféns em rebelião na Fundação Casa

Tumulto começou quando adolescentes incendiaram objetos na unidade Tapajós, no interior de São Paulo; dois funcionários foram agredidos

Por Eduardo Gonçalves 18 jul 2013, 20h33

Internos da unidade Tapajós da Fundação Casa, em Franco da Rocha, na Grande São Paulo, começaram uma rebelião na tarde desta quinta-feira. Segundo a assessoria de imprensa da instituição, dezessete funcionários foram feitos reféns. Dois deles foram agredidos. O tumulto teve início por volta das 15 horas, quando os adolescentes atearam fogo em objetos.

Por volta das 19 horas, dez reféns foram libertados. Dois deles estavam feridos e foram encaminhados para a enfermaria da unidade.

A assessoria da fundação não informou o motivo da rebelião e disse que a Corregedoria Geral da entidade abrirá um inquérito para investigar o ocorrido. A Superintendência de Segurança está no local negociando o fim do motim e a libertação dos sete funcionários ainda mantidos reféns. Segundo a Fundação Casa, a unidade Tapajós abriga 92 adolescentes.

Publicidade