Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Homem é preso com 200 ‘paus de selfie’ contrabandeados

Mercadoria é da China e foi transportada em um contêiner para o Rio de Janeiro

Por Da Redação - 29 jan 2015, 16h54

Francisco Carlos Nunes Ramos, conhecido como Baiano, de 46 anos, foi preso nesta quinta-feira com 200 “paus de selfie” contrabandeados da China. Ele foi autuado pelo crime de contrabando “por adquirir e ocultar em proveito próprio, no exercício da atividade comercial, grande quantidade de mercadoria de procedência estrangeira”, segundo a Polícia Civil.

Ramos foi pego em flagrante na Avenida Radial Oeste, próximo ao Maracanã, num táxi, com destino ao aeroporto Tom Jobim. Embarcaria, segundo os policiais da 35ª DP (Campo Grande), num voo comercial com destino a Salvador, sua cidade natal, onde as hastes para câmeras fotográficas e celulares seriam vendidas. Baiano é comerciante e trabalha no camelódromo da Rua Uruguaiana há 25 anos. Segundo a polícia, ele administra cinco boxes de familiares no local.

A Polícia Civil informou que ele confessou que a mercadoria é da China e que foi transportada em um contêiner para o Rio. Disse que as hastes foram compradas por ele numa loja de chineses no centro do Rio.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade