Clique e assine com 88% de desconto

Greve de funcionários de empresa de ônibus chega a 4º dia

Mais de oitenta ônibus de nove linhas permanecem na garagem da empresa Oak Tree, que atende cerca de 42 000 passageiros por dia na Zona Oeste

Por Da Redação - 3 set 2013, 10h58

A paralisação dos funcionários da empresa de ônibus Oak Tree, que atende a Zona Oeste da capital paulista, chega ao quarto dia nesta terça-feira. De acordo com a empresa São Paulo Transporte (SPTrans), 83 ônibus de nove linhas permanecem estacionados na garagem, afetando 42 000 passageiros na região.

Os motoristas e cobradores da viação decidiram cruzar os braços no último sábado para exigir o pagamento de salários e benefícios atrasados. Em nota, a SPTrans informa que a Oak Tree foi multada em 16 560 reais, “conforme determina o regulamento do contrato de concessão em vigor”. Em maio, a empresa já havia sido multada pela SPTrans em 6 480 reais pela falta do pagamento do adiantamento do salário de junho.

Circulação – Ônibus reservas do Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese) estão circulando para atender os usuários, mas a frota é menor – 45 ônibus em oito linhas contra os 83 carros que normalmente operam em nove linhas administradas pela Oak Tree.

Leia também:

Publicidade

Homem é feito refém com artefato preso ao corpo

Protesto e greve afetam circulação de ônibus em SP

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade