Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gestão Haddad deve subir taxa de luz em 76%

O Orçamento da cidade de São Paulo, aprovado nesta segunda-feira na Câmara Municipal, prevê o aumento de até 75,9% na taxa de iluminação pública, que é paga por cidadão. No caso dos consumidores residenciais, a taxa deve ir de 5,40 para 9,50 reais. Para o comércio e a indústria, o imposto vai passar de 16,97 para 29 reais. No total, mesmo com o cenário de recessão econômica, o Orçamento aprovado para 2016 foi 5,9% maior do que o deste ano, chegando a 54 bilhões de reais. A alta na Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip) permitirá à prefeitura cobrir o rombo da conta de luz, que teve uma elevação de custo por causa do baixo nível dos reservatórios e pelo uso das usinas termoelétricas. Segundo o secretário municipal de Governo, Chico Macena, a administração já pagou os custos da alta da energia ao longo de 2015, mas, segundo a lei, só pode repassar o aumento para os consumidores uma vez por ano. “A Cosip é reajustada sempre em janeiro. E, desta vez, a alta será grande por causa das bandeiras tarifárias.” (Com Estadão Conteúdo)