Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Força-tarefa interdita festa clandestina para 1500 pessoas em São Paulo

Evento era realizado dentro de uma fábrica desativada na região de Santo Amaro, na Zona Sul; um terço dos frequentadores estava sem máscara

Por Jana Sampaio 18 jul 2021, 13h04

Com quase quatro milhões de casos confirmados de Covid-19 e mais de 130 mil óbitos, o estado de São Paulo tem feito fiscalizações para coibir aglomerações que possam contribuir para o crescimento desses números.

Na madrugada deste domingo, 18, a força-tarefa do governo estadual interditou uma festa clandestina para 1500 pessoas na região de Santo Amaro, na Zona Sul. Um terço delas não usava máscara de proteção individual dentro do espaço, uma fábrica desativada.

Em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, um bar chegou a ser fechado com tijolos para evitar que os proprietários promovessem novas festas. Na quinta, 15, cerca de 600 pessoas se reuniram no estabelecimento, que não tem ventilação interna e apresentou problemas na fiação.

Desde março de 2020, quando a pandemia foi decretada, a realização desses eventos foi proibida, como forma de evitar que o vírus se espalhasse.

Ao todo, o Brasil contabiliza mais de 541 mil mortes e quase 20 milhões de casos confirmados de coronavírus.

Continua após a publicidade
Publicidade