Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filha do casal Matsunaga ficará sob a guarda da tia de Elize

As famílias de Marcos e Elize Matsunaga descartam, pelo menos por enquanto, uma disputa judicial pela guarda da bebê, de um ano de idade

Pelo menos por enquanto, a filha do casal Matsunaga, de um ano de idade, ficará sob os cuidados da tia de Elize, a auxiliar de enfermagem Roseli, que cuida da criança no apartamento onde ocorreu o crime – na rua Carlos Weber, na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo. A possibilidade de uma disputa na Justiça pela guarda da bebê, órfã de pai e com a mãe presa, está descartada pelas famílias, tanto do empresário quanto de Elize.

A informação de que a família de Elize, por enquanto, não pretende pedir a guarda da criança foi confirmada pelo seu advogado, Auro Almeida Garcia. “Ainda não há motivos para que entrem com o pedido”, disse.

O representante da família Matsunaga, Luiz Flávio D’Urso, também diz que não há razão para disputa. Segundo ele, o pai de Marcos, o CEO da empresa Yoki, Misuo Matsunaga, conversou com a tia de Elize que cuida da criança e colocou-se à disposição para prestar qualquer atendimento. “Houve a concordância de que ela está bem assistida”, disse.

A possibilidade de ficar sem a filha numa eventual separação conjugal foi o motivo alegado por Elize para o assassinato. A explicação foi apresentada durante o depoimento prestado à polícia no último dia 06, segundo o advogado. Elize contou que o casal, junto há dois anos, estava em crise conjugal desde que ela descobriu a traição do marido, por meio dos serviços de um detetive particular. Isso teria o motivo a discussão na noite do crime, que culminou no disparo feito por Elise contra a cabeça de Marcos. Depois de matá-lo, ela esquartejou o corpo do empresário para retirá-lo do apartamento em malas de viagem.