Feriado de Páscoa tem 44 mortes em rodovias paulistas

Somente nas estradas estaduais, 320 motoristas foram flagrados alcoolizados, número 164% superior ao registrado no mesmo feriado de 2011

Por Renato Jakitas - 9 abr 2012, 14h44

Quarenta e quatro pessoas morreram em acidentes ocorridos nas estradas que cortam o estado de São Paulo durante o feriado prolongado da Páscoa. Desse total, 42 mortes foram registradas em estradas estaduais e, outras duas, em rodovias federais.

Apesar do número elevado, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) e a Polícia Rodoviária Federal comemoraram a queda nos indicadores verificada tanto com relação às mortes quanto aos acidentes. A quantidade de motoristas flagrados alcoolizados, entretanto, aumentou. Somente nas estradas estaduais, 320 pessoas foram reprovadas no teste do bafômetro entre quinta-feira, dia 5, e o último domingo – 164% a mais que o verificado no mesmo feriado de 2011.

Estaduais – De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, o número de mortes nas estradas que interligam o estado de São Paulo é praticamente o mesmo do feriado do ano passado, que teve um dia a mais. Foram 41 mortes em 2011 e 42 este ano. Os acidentes, por sua vez, caíram 32,88%. Foram registrados 1.035 acidentes, 507 menos que o ano passado.

Na esfera criminal, o balanço da SSP contabilizou 58 pessoas presas em flagrante, sete foragidos da Justiça recapturados, além de oito armas de fogo apreendidas e 15 veículos roubados recuperados.

Publicidade

Federais – Nas estradas de São Paulo administradas pelo governo federal, o relatório da Polícia Rodoviária contabilizou duas mortes. A operação conduzida durante a Semana Santa, que vigorou da meia-noite da quinta-feira até a meia-noite desta segunda, registrou 179 acidentes, com 66 feridos.

O número de acidentes nas rodovias federais caiu 24,78% em comparação ao feriado do ano passado, com 238. A quantidade de mortos também é menor. Em 2011, seis pessoas morreram em acidentes nas estradas federais durante o feriado de Páscoa.

Publicidade