Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Exército compra equipamentos para ‘garantia da lei e da ordem’ no Rio

Comando Militar do Leste, que auxilia polícias do Rio na repressão ao tráfico, anuncia licitações para materiais de segurança em ações de patrulhamento

O Exército abriu duas licitações nesta semana para comprar dezenas de itens de segurança, grande parte para “operações de garantia da lei e da ordem”, como ficaram conhecidas as incursões dos militares nas favelas.  As compras estão sendo feitas pelo Comando Militar do Leste, que auxilia as polícias do Rio de Janeiro na repressão ao tráfico de drogas e ao contrabando de armas.

A lista inclui 2.367 “bastões antitumulto”, parte deles com descarga elétrica. O Exército também está comprando 27.803 algemas, tanto na versão para pulso quanto na aplicação nos dedos. Serão adquiridas ainda 4.582 máscaras para gases ácidos. Para ações de policiamento no trânsito, serão comprados sessenta perfuradores de pneus para bloquear fuga; 411 câmeras de vídeo de segurança com visão noturna também estão na lista.

O Exército está adquirindo ainda 264 detectores de metal do tipo portal, com 2 metros de altura, com alarmes visual e sonoro, controlados a distância. Há dezenas de outros itens de segurança, como roupas especiais, capacetes contra incêndio, coletes, luvas de proteção, caneleiras e vestuário com “alta resistência a furos”.

O Centro de Comunicação Social do Exército não quis se pronunciar. Além de operações de garantia da lei e da ordem, os editais informam que os equipamentos serão usados para proteção, segurança, socorro, manobras, patrulhamentos e emprego militar.