Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Em Nova Friburgo, casas em áreas de risco voltam a ser ocupadas

Moradores começam a retornar aos imóveis no Morro do Lazareto

Por Da Redação
28 jan 2011, 08h18

Em Nova Friburgo, a cidade mais afetada pelas chuvas que devastaram a Região Serrana do Rio, famílias começam a retornar para casas em áreas de risco. De acordo com reportagem desta sexta-feira do jornal O Globo, parte dos moradores de mais de 100 casas interditadas pela Defesa Civil no Morro do Lazareto já está de volta aos locais. Outros, sequer chegaram a sair de casa.

Ainda segundo o jornal, a atuação da Defesa Civil no Morro do Lazareto foi diferente da que se deu em outras áreas de risco, como em Alto Floresta, onde as casas condenadas foram isoladas e começam a ser demolidas. Em Lazareto, onde 11 pessoas morreram vítimas da tragédia, as moradias interditadas não receberam qualquer demarcação.

José Augusto Spinelli, presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Nova Friburgo, afirmou ao Globo que o ideal em Lazareto é a remoção de toda a comunidade, em vista do nível de inclinação do terreno e dos riscos de deslizamentos de terra. “Existem algumas casas que até poderiam permanecer, porque não correm o risco de desabar. Mas, se a encosta não for toda esvaziada e reflorestada, isso servirá de estímulo para que outras áreas voltem a ser ocupadas”, explica.


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.