Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Doria admite que poderá manter 50 km/h em trechos das marginais

Prefeito eleito pedalou neste domingo com cicloativistas, que o cobraram sobre o assunto

Três dias depois de ser alvo do primeiro protesto de ciclistas contra o fim anunciado do programa de expansão das ciclovias, o prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), resolveu pedalar no domingo e, pressionado por cicloativistas, admitiu que poderá manter a velocidade máxima a 50 quilômetros por hora (km/h) em alguns pontos da pista local das marginais.

“Onde existir comprovadamente um fluxo grande de pedestres poderemos reestudar, sim, o limite de velocidade”, disse o prefeito, diante da pressão dos ciclistas. Doria havia convidado cerca de trinta cicloativistas, incluindo o coordenador da Associação de Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade), Daniel Guth, o criador do site Vá de Bike, William Cruz, e a jornalista Renata Falzoni, para pedalar na Avenida Brigadeiro Faria Lima, Zona Oeste da capital paulista.

Leia também:
Bye, bye, Haddad: petista ganha festa de despedida

A frase de Doria foi dita depois de Falzoni questioná-lo sobre o aumento dos limites de velocidade. Ela afirmou que era errada a afirmação de que não havia pedestres cruzando as marginais, uma vez que as pessoas que andam na calçada precisam atravessar as ruas de acesso às pistas expressas – e seriam esses pontos os locais mais perigosos. Ela deu como exemplo a Rua Hungria, nos Jardins, de difícil travessia para pedestres.

“Vamos analisar caso a caso e levar em conta o mapeamento dos acidentes. Aí se modifica [aumenta] a velocidade nessas áreas. Acho sensato”, afirmou o prefeito eleito. Dessa forma, a pista local teria pontos com limites a 60 km/h e outros com limite nos 50 km/h vigentes atualmente. Até então, Doria afirmava que aumentaria os limites das duas Marginais, voltando à velocidades antigas, “na segunda semana de mandato”.

Dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga) mostram que o porcentual de queda nos acidentes de trânsito, entre janeiro e agosto deste ano comparado com o mesmo período de 2015, foi três vezes maior na capital do que no Estado como um todo – 16,7% na cidade e 5,5% no Estado. Para especialistas do setor, a velocidade reduzida é o principal motivo.

O prefeito eleito foi ao encontro dos ciclistas acompanhado da vereadora eleita Soninha Francine (PPS) e do deputado federal Floriano Pesaro (PSDB). Durante o encontro com os cicloativistas (parte deles foi ao protesto na quinta em frente à casa do tucano), o prefeito eleito posou para fotos, recebeu livros de ciclistas e até colou um adesivo de apoio na fachada de seu comitê. “Eu chamei o pessoal para esta pedalada. Pode colocar aí em letras garrafais: eu apoio os ciclistas. Defendo as ciclovias.” Segundo Cruz, do Vá de Bike, o objetivo do encontro foi estreitar o diálogo. “Até agora ele só ouviu um dos lados, o dos comerciantes. Viemos mostrar o outro, dialogar. Acho possível ele mudar de ideia. Não totalmente porque ele já mostrou que tem suas convicções. Nosso intuito é esclarecer e protestar, se preciso.”

Doria também reafirmou que não investirá recursos públicos para ampliar a rede cicloviária. Disse que as empresas poderiam fazer isso – sem detalhar como. “Com a iniciativa privada, pode-se ampliar, sem nenhum problema. O investimento público já foi feito. A ideia é que agora a manutenção das ciclovias e sua expansão sejam feitas por empresas parceiras.”

A gestão Fernando Haddad (PT) sinalizou 317 km de ciclovias – antes havia 64,7 km. Entre janeiro e junho deste ano, dezesseis ciclistas morreram em acidentes. Quinze pessoas morreram no mesmo período de 2015. No primeiro semestre de 2014 foram 28 mortes, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gilberto Goes Junior

    Já começa mentindo,O que esperar de um Prefeito Lobista,Aposto que quando viu arrecadação de Multas pensou 2 vezes,Mas espero que seja um Bom prefeito.

    Curtir

  2. Mauricio Reppetto

    Só posta aqui, quem puxa o saco da favela e com ela é conivente.

    Curtir

  3. Carlos Oliveira

    Estou começando a me arrepender do meu voto

    Curtir

  4. Jorge Luiz Dutra Iório

    Como houve reducao dos acidentes com a reducao da velocidade, acredito que Doria, logicanente, optou por manter a reducao em determinados pontos, o que e certo. Haddad deve ter lhe mostrado numeros dessa reducao.

    Curtir

  5. Ciclovia só atende um minoria insignificante que a usam para passearem domingo de manhã. Trabalhador mesmo não usa ciclovia pois São Paulo não é cidade adequada para isso. Além de piorar o trânsito , 90% dos trechos não são utilizados durante a semana. Essa é que é a verdade. O resto é mimimi

    Curtir

  6. kkk, enganou bem, outro que “furou” o balão do Russomano com as mentiras, só acho estranho não terem usado contra ele as reportagens que foram anexadas ao site da esposa (não sou favorável raquear nada) mas as noticias são de jornais da época, e eu fiz lembrar em alguns comentários meus que esse um não fez fortuna como falava, tem podridão no passado, agora quem elegeu que cobre postura, sou ciclista mas não sou ciclo ativista mas tenho muitos amigos que são, não gosto de radicalismo porque sempre descamba pra burrice, tem ciclo faixa que foi muito mau feita e mau pensada tem uma em Sto Amaro que desvia da porta do comercio de um politico, porque??? Precisa sim de ciclofaixa e de muito mais, mas precisam ser bem feitas e não podem causar impacto no comércio…Questão de lógica e justiça…

    Curtir

  7. É claro que irá manter. Afinal de contas o que todos esses parasitas querem é meter a mão no bolso da população. São todos farinha do mesmo saco.

    Curtir

  8. Carlos Oliveira

    Sr. João Doria, tudo que disse que iria fazer podemos concluir que foi mentira?

    Curtir

  9. Governo que começa assim, uma hora diz uma coisa, outra hora diz outra… No mínimo é de se desconfiar. Isso é por que ele “não é político”.. kkkk

    Curtir

  10. Brincadeira… começou mal… foi eleito prometendo a volta das velocidades e na primeira pressão já abre as pernas…

    Curtir