Clique e assine a partir de 9,90/mês

Dom Paulo Evaristo Arns comemora 90 anos

Por Da Redação - 14 set 2011, 17h58

Por José Maria Mayrink

São Paulo – Cercado de parentes, amigos e ex-colaboradores, o cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo, comemorou hoje seu 90º aniversário com uma missa, na capela da casa das Irmãs Franciscanas da Ação Pastoral, onde mora, em Taboão da Serra. Nascido em Forquilhinha (SC), em 14 de setembro de 1921, foi ordenado padre, como frade franciscano, em 1945 e nomeado bispo em 1966. Quatro anos depois, sucedeu ao cardeal Dom Agnelo Rossi como arcebispo de São Paulo.

O cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, atual arcebispo da arquidiocese, presidiu a missa, ao lado do cardeal Dom Cláudio Hummes, que substituiu Dom Paulo em 1998 e depois foi transferido para Roma como prefeito da Congregação do Clero, cargo que ocupou até outubro de 2010. Oito bispos e 15 padres também participaram da cerimônia, assistida ainda por familiares e amigos de Dom Paulo, no total de 75 pessoas.

Bem-humorado e falando com voz firme, Dom Paulo resumiu os 90 anos de sua vida em três períodos: a infância com a família na colônia de imigrantes alemães em Santa Catarina, a convivência religiosa com os franciscanos e a carreira episcopal. Lembrou que foi bispo nos últimos 45 anos, exatamente metade de sua existência, embora tenha resistido a aceitar o cargo, quando foi nomeado em 1966. D. Paulo disse que recusou sua indicação três vezes e que só cedeu quando soube que o papa Paulo VI fazia questão de que aceitasse.

Continua após a publicidade

Às 10 horas de sábado, Dom Paulo plantará uma árvore, dará uma bênção e receberá cumprimentos no Largo de São Francisco, em frente do convento dos franciscanos, no centro da cidade, em mais uma comemoração de seus 90 anos.

Publicidade