Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Delegado vai pedir prisão de motorista e agressor

Briga entre os dois motivou acidente com ônibus da linha 328, que caiu do viaduto Brigadeiro Trompowski na Avenida Brasil, na 3ª feira, matando sete

O delegado José Pedro Costa da Silva, da 21ª DP (Bonsucesso), deve pedir ainda nesta quinta-feira a prisão preventiva do motorista André Luís da Silva Oliveira, de 33 anos, e do estudante Rodrigo dos Santos Freire, de 25 anos. Os dois discutiam momentos antes do acidente com o ônibus da linha 328 (Castelo x Bananal), que caiu do viaduto Brigadeiro Trompowski na Avenida Brasil, na tarde de terça-feira, matando sete pessoas.

Segundo testemunhas, Rodrigo agrediu André com um chute no rosto, depois de não conseguir descer no ponto que pretendia. O golpe teria deixado o condutor desacordado, e o levou a perder o controle da direção. Ambos já foram indiciados por homicídio doloso (com intenção), e podem responder também por tentativa de homicídio (em relação aos feridos).

Leia: Motorista teria levado chute no rosto antes de acidente na Avenida Brasil

“O indiciamento do motorista é pela conduta imprópria como profissional na condução do veículo. Ele não poderia ter brigado com o passageiro. Ele teria que ter parado o veículo e não ter entrado naquela discussão”, explicou o delegado. Os dois continuam hospitalizados e ficarão com segurança informal até que a prisão seja decretada – então, eles passam a ser acompanhados por uma escolta policial.

Nesta quinta, Silva percorreu os hospitais onde estão internados os outros feridos no acidente, para colher mais depoimentos. À medida que receberem alta, todos devem ser intimados a falar novamente, na delegacia. Quarta-feira, o delegado falou tanto com André quanto com Rodrigo, e ambos afirmam não ter lembranças do acidente.

Leia também:

Ônibus cai de viaduto na Avenida Brasil e sete morrem

Ônibus que caiu de viaduto tinha vistoria vencida e 47 multas