Clique e assine a partir de 9,90/mês

Corpo de Ivo Pitanguy é cremado no Rio

Cerimônia ocorreu no Memorial do Carmo. A Academia Brasileira de Letras decretou três dias de luto pela morte do cirurgião

Por Da redação - Atualizado em 7 ago 2016, 21h28 - Publicado em 7 ago 2016, 21h27

O corpo do cirurgião plástico Ivo Pitanguy foi cremado na noite deste domingo, no Memorial do Carmo, do Rio de Janeiro.
Durante toda a tarde, amigos, autoridades e familiares do médico participaram da cerimônia do velório. O caixão seguiu sob aplausos para a cremação.

Pitanguy morreu aos 93 anos, no último sábado. Ele estava em casa e sofreu uma parada cardíaca. Nascido Ivo Hélcio Jardim de Campos Pitanguy, em Minas Gerais, em 5 de julho de 1923 (mas registrado apenas três anos depois, em 1926), Pitanguy era considerado o maior cirurgião plástico do país e um dos maiores do mundo.

LEIA TAMBÉM:
Morre no Rio o cirurgião plástico Ivo Pitanguy
Lista: famosos que passaram pelo bisturi de Ivo Pitanguy

O cirurgião era patrono da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, membro honorário da American Society of Plastic Surgery (AISAPS) e da Academia Brasileira de Letras (ABL). O presidente da ABL, Domício Proença Filho, determinou luto de três dias pela morte do médico e determinou que a bandeira da Academia fosse hasteada a meio mastro.

Em sua última aparição pública, o médico carregou, sentado em uma cadeira de rodas, a Tocha Olímpica na passagem da chama pela Zona Sul.

Publicidade