Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Como será o feriado da Jornada da Juventude no Rio

O metrô vai operar em esquema especial e por meio de cartões adquiridos com antecedência e horário marcado. Bancos não funcionam entre os dias 25 e 26

Para que os 2 milhões de fiéis esperados para a Jornada Mundial da Juventude consigam circular pelo Rio de Janeiro – a maioria chegará de ônibus -, a cidade funcionará em esquema especial. A prefeitura já decretou quatro dias de feriado entre 23 a 29 de julho. O primeiro e o último serão parciais, a partir das 16h e até o meio-dia, respectivamente. Nos dias 25 e 26, quando os atos centrais ocorrem na Praia de Copacabana, Zona Sul, a folga será integral. A restrição vale para todas as categorias profissionais e atividades econômicas, como fábricas, serviços, empresas, bancos, universidades, etc.

Leia: Quando os grandes eventos são um mau negócio

Ficam excluídos do feriado, porém, serviços públicos essenciais, como atendimentos de hospitais e postos de saúde, além dos comércios de rua, bares, restaurantes, supermercados, shoppings, galerias, estabelecimentos culturais e pontos turísticos. A prefeitura detalha que também ficam de fora Comlurb, IplanRio, RioTur, Guarda Municipal, RioLuz, Planetário, RioZoo, Cet-Rio, e as secretarias Extraordinária de Proteção e Defesa do Consumidor, Transportes, Saúde e Cultura, entre outras.

Leia mais:

Leia mais: Justiça manda igreja apresentar garantias para os gastos de saúde

Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), as agência bancárias estarão fechadas nos dias 25 e 26. As contas com vencimento neste período, poderão ser pagas sem multa no dia 29, quando o atendimento bancário começa a partir do meio-dia. “Normalmente, as datas de pagamento de tributos já são ajustadas ao calendário de feriados”, explica a Febraban, lembrando que grande parte dos pagamentos pode ser feito pela internet, pelo celular e em caixas eletrônicos, além de casas lotéricas.

Leia ainda: Exército vai barrar manifestantes na missa do papa em Guaratiba

Transporte – O metrô vai operar em esquema especial também nos dois dias de evento em Copacabana. Cartões com horários demarcados, como é feito no réveillon, estão à venda em 11 estações: Pavuna, Del Castilho, Maracanã, Saens Peña, Praça Onze, Central, Carioca, Glória, Flamengo, Botafogo e Siqueira Campos. Grupos de outros estados podem comprar pela internet, no site http://www.metrorio.com.br/faleconosco.htm. O preço é de uma tarifa normal: 3,20 reais cada trecho. Para cada dia, foram colocados à venda 231.900 cartões, segundo o MetrôRio.

Leia também:

Leia também: Aeroportos do Rio terão reforço na Jornada da Juventude

Nos dias 25 e 26, todas as estações abrem às 7h e ficam em funcionamento normal até o meio-dia, aceitando todos os tipos de cartões para embarque. A partir desse horário, começa a operação especial, que se estende até as 5h do dia seguinte, e quando só serão aceitos os bilhetes especiais. Para a viagem de ida, o usuário terá à disposição sete faixas de horário (entre 12h e 19h). A volta poderá ser realizada no período entre 19h e 5h. Nos outros dias da Jornada, o funcionamento será normal.