Clique e assine com até 92% de desconto

Cidades do Vale do Itajaí irão receber ajuda de 10 milhões do governo

A verba será destinada aos cinco municípios mais atingidos pelas enchentes da última semana

Por Fernando Alécio 11 set 2011, 09h55

A partir desta segunda os cinco municípios do Vale do Itajaí mais atingidos pelas enchentes irão receber repasse de 10 milhões de reais do governo estadual de Santa Catarina. As cidades de Blumenau, Itajaí, Rio do Sul e Brusque serão contempladas com 1,5 milhão de reais cada, enquanto Gaspar irá receber 1 milhão de reais. A verba será destinada a compra de itens emergenciais, como água, comida, colchões e material de limpeza. O governo também anunciou a doação de cestas básicas aos atingidos.

Na visão do governador catarinense Raimundo Colombo, nesta ano, foi visível a evolução dos serviços de alerta de Defesa Civil em relação à última grande enchente que assolou o estado, em novembro de 2008. “Desta vez, nós sabíamos antes do impacto, houve toda uma fase de preparação, de informação. Nós sabíamos a intensidade das chuvas e do que iria acontecer. Isso foi fundamental para poder se proteger.”

O secretário estadual de Defesa Civil, Geraldo Althoff, que acompanhou o governador na visita às cidades de Blumenau, Brusque e Itajaí neste sábado, endossa o entendimento de que neste ano o poder público conseguiu ser mais eficiente no alerta. “A gente nota que as defesas civis municipais estão muito mais aptas e preparadas. Isso é muito claro. O número de óbitos que estamos tendo é muito baixo para um evento desta magnitude, exatamente porque houve um processo preventivo em termos de alerta”, observou.

Embora o número de mortes seja inferior ao registrado na enchente de 2008, a quantidade de desabrigados e desalojados é equivalente. “Isto se dá porque nós não podemos ir contra a força da natureza, mas as atitudes preventivas que o governo do Estado haverá de começar a fazer em breve, farão com que tenhamos menos comprometimento nestes eventos”, afirma o secretário.

Plano integrado para 50 anos A aposta do governo de Santa Catarina para amenizar os impactos das enchentes, principalmente na região do Vale do Itajaí, é o projeto que está sendo elaborado em parceria com a Agência Japonesa de Cooperação Internacional (JICA). “É um projeto que vai trazer uma solução em longo prazo”, diz Colombo.

O projeto consiste em propor medidas preventivas para enchentes, deslizamentos e sistemas de alerta. O estudo oferece direcionamento estratégico e abordagem sistêmica de um conjunto de medidas para compor um plano integrado de prevenção e mitigação de desastres para a Bacia do Rio Itajaí para os próximos 50 anos. “Para evitar mortes por deslizamentos a primeira medida proposta é a instalação de um sistema de alarme baseado na precipitação de chuva para todo o estado de Santa Catarina. É necessário também o desenvolvimento de lotes seguros para moradia e a regulamentação e instalação de sistema de escoamento de superfície”, explica artigo publicado pela Comissão de Estudo Preparatório da Bacia do Rio Itajaí.

Continua após a publicidade
Publicidade