Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chuva, vento e granizo causam destruição no RS

Por Lucas Azevedo, especial para a AE

Porto Alegre (AE) – No Rio Grande do Sul, mais de 40 mil pessoas foram prejudicadas pelo temporal que caiu hoje em diversas regiões do Estado. Trombas d’água, ventania e até granizo causaram danos em casas, prédios, postes e estradas. Na BR 116, na Região Metropolitana de Porto Alegre, outdoors foram derrubados, chegando a atingir veículos.

Hoje a Defesa Civil Estadual recebeu quatro Notificações Preliminares de Desastre. A cidade mais atingida até o momento foi Sapucaia do Sul, na Grande Porto Alegre, onde 40 mil pessoas foram afetadas pelo temporal e 120 edificações acabaram danificadas.

Em Lagoa Vermelha, na região Nordeste, 21 moradores foram desalojados. Já no norte, em Ibiaçá, 342 pessoas foram afetadas e 15 casas destelhadas. O mesmo aconteceu em Getúlio Vargas, onde 232 moradores foram atingidos pelo temporal e 11 residências danificadas.

O município de Canoas, na mesma região, também foi muito afetado, mas ainda não informou seus dados à Defesa Civil, que acredita que mais informes serão repassados e até decretos de emergência sejam realizados.

Perto dali, na cidade de Esteio, o Parque de Exposições Assis Brasil, onde acontece anualmente a Expointer – maior feira de agropecuária da América Latina – o vento forte derrubou cerca de 70 árvores, postes e destelhou pavilhões.

O calor de 36C que atingiu o Estado na terça-feira deu lugar à mínima de 5C, nesta manhã, na serra gaúcha. A tendência é que o tempo continue firme, com temperaturas amenas à noite, e mais calor à tarde. A chuva deve regressar ao Estado apenas no final de domingo.