Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Carro da PM é alvo de traficantes na Rocinha

Segundo o comando das Unidades de Polícia Pacificadora, nenhum policial foi ferido durante o ataque. Na Maré, tiroteio intenso assustou moradores

Por Da Redação 25 mar 2014, 16h16

Um carro da Polícia Militar foi atingido por tiros, na noite desta segunda-feira, na favela Rocinha, na Zona Sul do Rio. De acordo com o comando das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP), policiais faziam patrulhamento de rotina na favela quando foram atacados por traficantes. Não houve registro de feridos, segundo o comando das UPPs. Um dos tiros atingiu a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Rocinha. O policiamento foi reforçado na favela, que já teve ataques de criminosos em três ocasiões, desde dezembro.

Na noite de segunda-feira também houve confronto na Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, na Zona Norte. O intenso tiroteio ocorreu horas depois de o governador Sérgio Cabral e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciarem que tropas federais vão ocupar o Complexo da Maré. Segundo Cardozo, a Maré é um ponto estratégico para a segurança pública do Rio de Janeiro.

No início da manhã, policiais do Batalhão de Ações com Cães apreenderam cerca de 50 quilos de maconha em um apartamento na Nova Holanda.

UPPs – O projeto de Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), iniciado em 2008 pela Secretaria de Segurança do Rio, vem enfrentando uma série de problemas, como ataques de traficantes e denúncias sobre abusos praticados por policiais. O caso mais emblemático é o do pedreiro Amarildo Souza, torturado e morto por policiais na sede da UPP da Rocinha, na noite de 14 de julho.

Os confrontos têm sido frequentes nas regiões consideradas pacificadas. No dia 25 de dezembro, um carro da UPP da Rocinha foi atacado por traficantes na Rocinha. Um vídeo divulgado pelo Jornal Nacional, da Rede Globo, mostra um grupo formado por pelo menos quinze homens armados com paus, pedras e tijolos destruindo o veículo. No dia 16 de fevereiro, o coordenador geral das Unidades de Polícia Pacificadora, coronel Frederico Caldas, foi ferido na Rocinha durante ataque de traficantes a UPP.

Continua após a publicidade

Leia também:

Tropas federais vão ocupar Complexo da Maré, no Rio

Vídeo mostra agressão a policiais na Rocinha

Comandante das UPPs se fere em tiroteio na Rocinha

Socorro federal tenta salvar as UPPs

Traficantes atacam três UPPs e quatro PMs são feridos

Continua após a publicidade
Publicidade