Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cachoeira do França, no Rio Juquiá, fornecerá água à Sabesp

Localizada em um paraíso ecológico, a fonte é cercada por Mata Atlântica

A Cachoeira do França, no Rio Juquiá, será a fonte que ajudará a região metropolitana de São Paulo a reduzir a dependência do Cantareira. Localizada em um paraíso ecológico, a fonte fornecerá à Sabesp 4.700 litros de água por segundo a partir de 2017.

Leia também:

Sabesp começa apenas uma das 7 obras para evitar rodízio

Sabesp quer aumento superior ao autorizado na conta de água

A represa integra um conjunto de oito reservatórios feitos para fornecer energia a uma indústria da região de Sorocaba. A abundância e a qualidade da água convenceram o governo da viabilidade de buscar água no Vale do Ribeira. Para chegar à Grande São Paulo, a água tem de vencer desnível de 360 metros e distância de quase 100 quilômetros.

O projeto é desenvolvido pelo Sistema Produtor São Lourenço. As adutoras se estenderão por 83 quilômetros, subindo a Serra do Mar para chegar e abastecer Vargem Grande Paulista. A água será distribuída ainda para Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi e Santana do Parnaíba, podendo atender a Zona Oeste da capital.

São previstas novas captações na Bacia do Rio Juquiá, que tem volume estocado equivalente a dois Cantareiras. A diferença é que as represas do Cantareira perderam quase toda a mata ciliar, e as águas do Vale do Ribeira continuam protegidas pela Mata Atlântica.

(Com Estadão Conteúdo)