Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil reage a declarações de chanceler uruguaio sobre Serra

Itamaraty convocou embaixador do Uruguai a dar esclarecimentos sobre acusação do chanceler do país, segundo quem o ministro tentou 'comprar' voto uruguaio

O Ministério das Relações Exteriores convocou nesta terça-feira o embaixador do Uruguai no Brasil, Carlos Daniel Amorín-Tenconi, a dar explicações sobre as declarações do chanceler uruguaio Rodolfo Nin Novoa sobre a visita do ministro José Serra ao país. A parlamentares, Novoa disse que, na tentativa de impedir que a Venezuela assuma a presidência do Mercosul, Serra tentou “comprar” seu voto por meio de acordos comerciais. As afirmações foram tornadas públicas hoje pela edição uruguaia do jornal El Pais.

Em reunião na Comissão de Assuntos Internacionais da Câmara uruguaia, Novoa afirmou, segundo o jornal: “Não gostamos muito que o chanceler Serra tenha vindo ao Uruguai para nos dizer, e o tornou público, por isso o digo, que vinha com a pretensão de que se suspenda a transmissão [da presidência do bloco para Caracas] e de ter afirmado que, se isso ocorresse, nos levaria em suas negociações com outros países, como se quisesse comprar o voto do Uruguai”.

Novoa se referia a uma entrevista coletiva em que Serra afirmou que o Brasil fará uma ‘grande ofensiva’ comercial na África e no Irã e gostaria de levar o Uruguai – e não todo o Mercosul – como sócio. Segundo o chanceler, o governo do país ficou muito irritado com o ministro brasileiro. Ele afirmou também que o Uruguai considera ‘legítmo’ que a Venezuela assuma a presidência do bloco.

O Itamaraty divulgou nota sobre as declarações em que afirma: “Durante a visita ao Uruguai, o ministro José Serra também tratou com o presidente Tabaré Vázquez e com o chanceler Nin Novoa do potencial de aprofundamento das relações entre o Brasil e o Uruguai e de oportunidades que os dois países podem e devem explorar conjuntamente em terceiros mercados. O Brasil considera o Uruguai um parceiro estratégico”. E prosseguiu: “Nesse contexto, o governo brasileiro recebeu com profundo descontentamento e surpresa as declarações do chanceler. O teor das declarações não é compatível com a excelência das relações entre o Brasil e o Uruguai”.

A nota informa que o secretário das Relações Exteriores, Marcos Bezerra Abbott Galvão, expressou a Amorín-Tenconi o profundo descontentamento do governo brasileiro em relação ao episódio.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Manuel Geraldo Martins

    O Mercosul só existe ainda porque o Brasil está inserido e o Lula distribuiu dinheiro do BNDES para o pessoal. Na situação atual não tem nenhuma utilidade para o Brasil. Sai logo deste grupo e ele acaba. Não faz nenhuma falta para o Brasil. Vamos negociar com quem te poder de compra.

    Curtir

  2. Marcelo Almeida

    “… o Uruguai considera ‘legítmo’ que a Venezuela assuma a presidência do bloco”. O Uruguai virou o “pt” do Mercosul: distorce as palavras do Serra, que nunca escondeu que o Brasil precisa de acordos comerciais com outras partes do mundo, e ainda defende a liderança de uma ditadura disfarçada de democracia. Que o Uruguai vá pro buraco com a Venezuela!

    Curtir

  3. Sebastião Menezes

    Um paiseco de mierda,que não chega a 15 milhões de habitantes querer tirar onda.O Brasil tem que usar sua grandeza de um País de mais 200 milhões de habitantes com um PIB de mais de 10 vezes maior do que esse paiseco e falar Grosso com essa gente,pois,se deixar eles montam.

    Curtir

  4. Martijn Martinus Felix Mertens

    Vamos sair desse Mercosul que representa apenas o atraso!

    Curtir

  5. Dá-lhes Serra. Pau nos bolivarianos.

    Curtir

  6. Marinaldo Waitman

    O que esperar de um político arrogante, metido em propinas do trensalão, do Rodoanel, e da
    Odebrecht (23 milhões).

    Curtir

  7. joaquim martins ferreira

    Näo da moleza näo Serra seja duro com esses bolivarianos. Se o uruguai quer tanto a parceria com a venezuela que passe a cosumir os produtos de lá que faça um acordo de solidariedade com o maduro e manda produtos de 1a. necessidade pra lá e a venezuela manda seus produtos pro uruguai assim de simples, näo é verdade? E sai fora Brasil, quero ver o que esses bolivarianos, ditadores disfarçados de democráticos väo fazer sem o dinheiro que o nosso ladräo mor lhes enviava, do BNDS.

    Curtir

  8. José Carlos Lopes de Oliveira

    O Mercosul é uma excrescência. O Brasil precisa se afastar dessa coisa maligna e principalmente do Uruguai e da Venezuela.

    Curtir

  9. Giovani Justo Como Dedo N´água

    Uruguai, “parceiro estratégico” só se for para lavar dinheiro desta corja de políticos. Fim do Mercosul para o bem da população brasileira, JÁ !

    Curtir