Clique e assine a partir de 9,90/mês

Brasil confirma 19 casos do novo coronavírus

Até agora, 602 suspeitas foram descartadas, mas 674 pessoas estão em observação; São Paulo tem o maior número de infectados

Por Da Redação - Atualizado em 7 mar 2020, 19h44 - Publicado em 7 mar 2020, 18h40

O número de pessoas infectadas com o novo coronavírus subiu de 13 para 19, neste sábado, 7, de acordo com o Ministério da Saúde. São Paulo permanece com o maior número de casos confirmados, 13. Rio de Janeiro e Bahia tiveram novas confirmações hoje e passaram a dois pacientes cada. O Espírito Santo permanece com um.

No início da noite, o Instituto Adolfo Lutz confirmou o primeiro caso de infecção na capital federal. A contraprova testou positiva para uma mulher de 52 anos. Ela foi internada mais cedo em estado grave na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte. Segundo a secretaria de Saúde do Distrito Federal, a paciente apresenta síndrome respiratória aguda severa, em função de “doença crônica preexistente” e respira com a ajuda de aparelhos.

Mais cedo, a Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro confirmou a segunda pessoa infectada no estado. A paciente, também de 52 anos, é moradora da capital fluminense e apresentava sintomas de quadro viral desde o retorno de viagem à Itália, na última quarta-feira, 4. No mesmo dia, ela deu entrada em uma unidade de saúde particular apresentando febre, tosse, congestão nasal e conjuntivite. Agora, a paciente, que mora sozinha, está em isolamento domiciliar. Outras três pessoas que a acompanharam na viagem estão sendo monitoradas pela secretaria estadual em parceria com a vigilância municipal.

O primeiro caso no estado do Rio tinha sido confirmado na quinta-feira, de uma moradora de 27 anos de Barra Mansa, que também tinha viajado para a Itália. “É importante destacar que continuamos sem transmissão ativa do vírus no Rio de Janeiro. Os dois casos confirmados até agora são importados do exterior. Permanecemos no Nível Zero do nosso plano de contingência e não há razão para pânico. Os cuidados devem permanecer os mesmos que tomamos para a gripe”, disse o secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos, em nota.

Continua após a publicidade

De acordo com a última atualização do Ministério da Saúde (às 18h35), há 674 casos suspeitos no país. Outros 602 já foram descartados. Na sexta-feira, o ministério havia confirmado 13 casos da doença: um no Rio de Janeiro, dez em São Paulo, um na Bahia e um no Espírito Santo.

Publicidade