Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsonaro afirma que, se eleito, irá propor novo modelo de urna eletrônica

O candidato também reiterou que a redução da maioridade penal e a votação da Reforma da Previdência serão suas prioridades

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, disse neste sábado, dia 13, que, se for eleito, irá propor um novo modelo de urna eletrônica. A afirmação foi dada para jornalistas em meio a gravações dos programas eleitorais, no Rio.

Ele defendeu um modelo que possa ser auferido por meio de votos impressos, paralelos aos digitados na máquina. Complementou dizendo que a mudança  pode ser feita mesmo que o Supremo Tribunal Federal (STF) tenha definido a continuidade do voto eletrônico.

Veja também

O candidato também afirmou que, se vencer, pretende colocar a Reforma da Previdência em votação rapidamente, já no começo de 2019. “Vou votar na nossa reforma em 2019. Tem que fazer as mudanças que têm que ser feitas”. Outra prioridade, disse, será a aprovação da redução da maioridade penal. “É uma proposta minha de mais de vinte anos dentro da Câmara”.

Veja também

Ao se referir a uma possível oposição do Congresso caso seja eleito, afirmou não acreditar nessa possibilidade pelo fato de ter o apoio das bancadas ruralista, evangélica e da área da segurança.

Sobre a polêmica em torno da sua ausência nos debates no segundo turno, relatou: “O Haddad quer tanto debater comigo, é sinal de que interessa para ele.” Bolsonaro disse que considera a extinção do Ministério das Cidades ou a sua transformação em uma secretaria.