Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Balneário Camboriú: a praia dos espigões

Cidade ostenta quatro dos dez prédios mais altos do Brasil. E segue subindo. Em quatro anos, terá seis edificações na lista das mais elevadas do país

Descoberta para o turismo nos anos 1980, Balneário Camboriú, cidade litorânea de mar cristalino e areia branquinha situada na foz do Rio Itajaí, em Santa Catarina, levou menos de dez anos para trocar a fama de um pequeno e escondido reduto de pescadores pela imagem de orla fervilhante ocupada por prédios até onde a vida alcança. O gosto pelas construções verticais fincou alicerces e foi desdobrando-se em obras luxuosas – e cada vez mais altas. Atualmente, o município de 130.000 habitantes, população que quintuplica no verão, ostenta quatro dos dez edifícios mais elevados do Brasil. E segue subindo. Nos próximos quatro anos, quando uma série de obras ficarem prontas, a cidade vai dominar o ranking nacional com seis edificações entre as dez mais altas do país. VEJA desta semana mostra quais são os espigões que disputam o título de mais alto do país e as construtoras por trás de cada empreendimento. Dubai, o emirado onde está fincado o maior prédio do mundo, o Burj Khalifa, que se cuide.

Leia esta reportagem na íntegra assinando o site de VEJA ou compre a edição desta semana para iOS e Android.

Aproveite também: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Carlos Mello

    Camboriú deixou de ser um balneário há muuuuiiito tempo.
    Atualmente é uma cidade suja, poluída, com uma praia fedorenta, um transito que parece o centro de S Paulo.
    Só mesmo pra quem gosta de alta densidade demográfica gosmenta, cheiro de esgoto e praia poluída.
    A melhor coisa que tem é passar o mais longe possível desta coisa.

    Curtir