Clique e assine a partir de 9,90/mês

Balão de 50 metros de altura cai sobre seis casas em Campinas

Na queda, artefato derrubou poste, fios elétricos e antenas de TV, além de danificar imóveis; oito pessoas foram presas, entre elas um soldado do Exército

Por Da Redação - 20 fev 2017, 16h38

Um balão com cerca de 50 metros de altura caiu sobre seis casas e assustou os moradores de Campinas, no interior de São Paulo – ele estava aceso, mas não chegou a causar incêndio porque houve uma ação rápida de policiais militares e bombeiros que monitoravam a sua trajetória. A queda derrubou ao menos um poste, parte da fiação da rua – o que provocou a interrupção do fornecimento de energia elétrica – e antenas residenciais de TV, além de ter provocado danos nos imóveis.

Oito pessoas foram presas quando tentavam resgatar o balão, entre eles um soldado da 11ª Brigada de Infantaria Leve do b, em Campinas . Um motociclista, que também participava do resgate, foi atingido por um veículo e está internado em estado grave.

Os detidos foram libertados, mas responderão a processo.  A soltura de balões é crime previsto no artigo 42 da Lei de Crimes Ambientais, de 1998 e pode render multa e até três anos de prisãoO balão gigante foi solto na Zona Leste de São Paulo e percorreu mais de 100 quilômetros sobre áreas urbanas e de matas até atingir o Jardim das Oliveiras, em Campinas.

O engenheiro civil Durval Domingues Nunes Filho, de 52 anos, que teve a casa atingida, contou à polícia que desligou o sistema elétrico e, com a ajuda de vizinhos, conseguiu apagar as chamas antes que se espalhassem. “Estava com um amigo, subimos no telhado e usamos um esguicho para apagar a tocha. A Polícia Militar já estava seguindo o balão e também ajudou a controlar o fogo”, relatou.

Continua após a publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade