Clique e assine a partir de 9,90/mês

Arruda é transferido para sala menor e sem banheiro

Por Da Redação - 19 Feb 2010, 16h59

O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), foi transferido na tarde desta sexta-feira para uma sala menor do que a que vinha ocupando na Superintendência da Polícia Federal (PF) desde o dia 11, quando foi preso em caráter preventivo por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Segundo a PF, ele ficava na sala do diretor, mas, devido ao feriado de Carnaval, a rotina não estava sendo prejudicada. Agora, com a volta das atividades normais, a sala será utilizada.

O novo local ocupado por Arruda também fica na Superintendência da PF, em Brasília, mas faz parte das dependências do Comando de Operações Táticas (COT) e tem “padrão compatível com as prerrogativas legais de prisão especial”, segundo nota da PF.

A assessoria de imprensa do órgão informou que a sala possui cerca de 10 metros quadrados com mesa, beliche, sofá e ar-condicionado, porém não há banheiro dentro, como na anterior, que possuía, aproximadamente, 40 metros quadrados.

Continua após a publicidade

Segundo o assistente de um dos quatro advogados de defesa do governador, Thiago Bouza, a transferência ocorreu sem que a defesa fosse notificada.

Publicidade