Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Após ter liminar cassada, Center Norte decide não abrir nesta quarta

Por Da Redação 5 out 2011, 01h35

O Shopping Center Norte informou, por meio de um comunicado publicado em seu site, que não abrirá as portas nesta quarta-feira. “Em virtude de decisão judicial de hoje (terça), (…) o Shopping Center Norte não irá abrir”, afirmou o estabelecimento no texto.

Nesta terça-feira, a Justiça cassou a liminar que mantinha o Center Norte aberto. O local pode ser fechado por causa do risco de explosão devido à presença de gás metano no subsolo. O juiz Emílio Migliano Neto, da 7ª Vara de Fazenda Pública, aceitou pedido de reconsideração feito pela prefeitura de São Paulo. O município recorreu na segunda-feira da decisão liminar, concedida pelo mesmo magistrado na última quinta-feira, para manter o Center Norte em funcionamento.

O shopping afirmou, no comunicado, que “concluirá, o mais rapidamente possível, as obras de implantação de todo o sistema de mitigação dos gases, com a instalação de 10 drenos, um a mais que o exigido pelo Termo de Ajustamento de Conduta assinado com o Ministério Público e a Cetesb”. O Center Norte apontou ainda que “a decisão judicial não faz referência à existência de perigo iminente de explosão”.

Antes de o Center Norte comunicar sua intenção de permanecer fechado, a prefeitura havia afirmado que técnicos e fiscais da subprefeitura da Vila Maria deveriam providenciar a interdição do local, sem especificar o horário da operação.

Versões – Pelo que determinou o juiz, um perito judicial deve ser nomeado para acompanhar os trabalhos de instalação de dutos para a exaustão do gás metano presente do subsolo do empreendimento. O magistrado afirma que a necessidade do perito se dá pelas “versões diametralmente opostas de engenheiros ambientais” contratados pelo shopping e dos profissionais da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) do estado de São Paulo.

Foi a Cetesb que enviou os laudos que motivaram a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente a interditar o shopping, além do Carrefour e do Lar Center, que ficam na mesma área. Para a companhia ambiental, há risco de explosão do metano, em caso de inflitração em áreas confinadas.

Na última quarta-feira, antes de obter a liminar que o manteve aberto, os administradores do Center Norte firmaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a prefeitura e a Cetesb, sob mediação do Ministério Público estadual (MP-SP). O acordo, com valor legal, determina que o shopping instale nove dutos para extração do metano so subsolo. O dispositivo se vale de bombas de sucção. O TAC deve ser concluído até o dia 18 de setembro.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)