Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após 22 horas fechada, Rodovia dos Imigrantes é liberada

Liberação total aconteceu às 12h15. Motorista já pode usar a estrada tanto para subir quanto para descer a serra. Trânsito, no entanto, é lento

Após 22 horas de interdição, a Rodovia dos Imigrantes já funciona normalmente nos dois sentidos. A pista norte, que liga o litoral a São Paulo e onde aconteceu na quinta um engavetamento envolvendo 300 veículos, foi liberada às 11h20. A pista sul, que normalmente funciona no sentido litoral, teve a mão invertida durante a interdição da pista norte e, às 12h15, voltou a operar no sentido normal. Houve um bloqueio da pista sul durante quase uma hora para que todos os carros que subiam a serra passarem.

Portanto, o motorista já pode usar a Imigrantes tanto para descer quanto para subir a serra. O trânsito, no entanto, é intenso nos dois sentidos. Na Anchieta, via alternativa entre a capital e as praias, o trânsito segue lento do quilômetro 40 ao 55 nos dois sentidos.

A previsão de abertura da pista norte foi modificada diversas vezes ao longo da manhã por causa da dificuldade de limpar a rodovia. Havia óleo e pedaços de carros na pista. Por volta das 10 horas, após a Ecovias dar como concluída o trabalho de limpeza, os policiais rodoviários fizeram uma vistoria e constataram ainda não haver condições de segurança para abrir a rodovia.

Funcionários da concessionária e bombeiros limparam a pista durante toda a madrugada jogando areia para absorver o óleo derramado dos veículos. Em seguida, eles retiraram a areia e fizeram uma segunda lavagem. Pouco antes das 10 horas, foram removidos os últimos quatro caminhões que estavam no acostamento. A Ecovias informou que, no total, foram retirados da rodovia 104 veículos. Eles foram levados por guinchos até o pátio da concessionária.

O acidente provocou uma morte, deixou 51 feridos – dois deles em estado grave – e bloqueou a rodovia nos dois sentidos por quatro horas na quinta-feira.

Segurança – A Polícia Rodoviária recomenda, em caso de neblina, que os motoristas dirijam a uma velocidade média de 30 quilômetros por hora, com farol baixo ligado. Não se deve usar farol alto, pois ele é refletido pelas gotículas da neblina e prejudica ainda mais a visibilidade da pista. Também não é recomendado parar no acostamento nem trafegar com o pisca-alerta ligado.