Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Amil lidera queixas contra convênios no Procon-SP

Por Felipe Tau

São Paulo – O Grupo Amil é a operadora de planos de saúde que mais recebeu queixas no Procon-SP entre 1º de janeiro e 17 de julho deste ano. A informação foi dada pela fundação nesta segunda-feira, quando foi divulgado o ranking com os dez convênios que tiveram mais reclamações no Estado de São Paulo no período.

O ranking foi baseado em queixas que precisaram de mediação do Procon-SP para serem resolvidas, somadas a pedidos de orientação e esclarecimentos de dúvidas. Foram 6.120 atendimentos ao consumidor no primeiro semestre deste ano, informou o Procon.

Para o diretor executivo da fundação, Paulo Arthur Góes, há um contraste entre o custo alto cobrado pelos planos e o retorno que oferecem. “O consumidor paga por muitos anos o seu plano e quando mais precisa dele enfrenta obstáculos impostos pelas empresas para dificultar a prestação do serviço, esperando vencer pelo cansaço”, comenta.

Entre as queixas dos consumidores que reclamaram ao Procon-SP estão a demora ou impossibilidade em autorizar e marcar procedimentos, como consultas e exames; a negativa de cobertura ou reembolso; alterações na rede credenciada sem aviso, tanto em quantidade quanto em qualidade dos prestadores de serviços; e reajustes de faixa etária que ferem o estatuto do idoso.

O Grupo Amil (composto das operadoras Amil, Amico, Dix e Medial teve 457 reclamações no período, seguido de Green Line (294), Unimed Paulistana (166), Intermédica (125), Sul América (109), Itálica Saúde (55), Universal Saúde (48), Centro Trasmontano de São Paulo (42), Golden Cross (42), Bradesco Saúde (35) e Prevent Sênior – Sametrade Operadora de Saúde (31).