Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Adolescente é amarrado depois de roubar celular no Rio

Um grupo tentou linchar o jovem, mas foi contido por quem pedia que se esperasse a polícia chegar. Caso ocorreu no bairro de Botafogo, Zona Sul

Por Da Redação 26 fev 2014, 15h57

Um menor de 17 anos teve pés e mãos amarrados após roubar o celular de uma pedestre, em Botafogo, Zona Sul do Rio, na manhã desta quarta-feira. Um grupo de moradores tentou linchar o jovem, enquanto outras pessoas defendiam que nada fosse feito até a chegada da polícia. Alguém ainda o arrastou até um carro, e queria colocá-lo no porta-malas, mas desistiu depois que outra pessoa ameaçou anotar a placa de seu veículo.

Um vídeo publicado com exclusividade pelo jornal O Globo mostra o acalorado bate-boca entre quem defendia e condenava o ‘justiçamento’. A vítima havia acabado de sair casa e falava ao celular quando o adolescente passou em uma bicicleta e levou o aparelho. Ela gritou e o menor tentou fugir pelo meio da rua, mas foi alcançado por pedestres que o amarraram. O jovem foi espancado e precisou ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Botafogo.

A ocorrência foi registrada na 10ª DP (Botafogo) e será encaminhada à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente. O caso lembra os justiceiros do bairro vizinho, Flamengo, que amarraram a um poste, pelo pescoço, outro adolescente suspeito de assaltos na região, no início do mês. A história veio à tona – e ganhou proporção – por meio das redes sociais, onde grupos se dividiram também no apoio e na crítica à tentativa de se fazer justiça com as próprias mãos.

Leia também:

Brasil, ainda um país de justiceiros e justiçados

A tranca de bicicleta e a selvageria no Rio

Vídeo mostra homem sendo executado com tiro na cabeça

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade