Clique e assine a partir de 8,90/mês

Acusados de estuprar turista estrangeira no Rio são reconhecidos por outra vítima

Dois suspeitos pegaram mulheres em Copacabana e foram presos na madrugada do sábado

Por Da Redação - 31 mar 2013, 12h29

Os dois homens presos na noite de sábado em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, sub acusação de terem estuprado uma estrangeira dentro de uma van foram reconhecidos por outra vítima. Segundo a Polícia Civil, trata-se de uma brasileira, que alega ter sofrido abuso sexual por parte da dupla há uma semana.

Os dois suspeitos foram detidos poucas horas depois de a estrangeira fazer a denúncia. Eles foram reconhecidos na Delegacia Especial de Apoio ao Turista (Deat). Os acusados foram identificados como Wallace Aparecido Souza Silva, de 22 anos, e Jonathan Foudakis de Souza, de 20, que seria o motorista da van.

Segundo a denúncia da estrangeira, cujo nome e nacionalidade não foram revelados pela Polícia, o crime aconteceu na madrugada do sábado. A turista e seu namorado entraram no veículo em Copacabana, na Zona Sul, com destino à Lapa, na região central do Rio.

Os dois homens, de acordo com a Polícia, obrigaram os demais passageiros a deixar a van em Botafogo e seguiram com o casal, mantido como refém durante seis horas, rumo a Niterói. O namorado da vítima foi golpeado e algemado enquanto um dos agressores estuprava a mulher no próprio veículo.

Os dois acusados, que não tinham antecedentes criminais, também roubaram cartões bancários do casal, exigiram a revelação das senhas e fizeram vários saques em caixas ao longo do percurso, além de realizar compras de bebidas e de abastecer o veículo. O casal foi abandonado no município de Itaboraí, onde chamou a Polícia.

As informações fornecidas pelas vítimas sobre a van permitiram aos policiais localizar rapidamente seu proprietário e a pessoa que a alugara para o transporte público de passageiros. Um dos homens detidos estava com o celular de uma das vítimas, segundo a Polícia.

Neste domingo, uma mulher brasileira se apresentou à mesma delegacia onde a estrangeira fez a denúncia para prestar queixa. Ela acusou os mesmos homens. Ela também teria sido violentada após tomar a van em Copacabana, sendo abandonada depois em São Gonçalo.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade