Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

13 de março: Políticos contra impeachment sofrem vaias de manifestantes

Desde fevereiro, o movimento Vem pra Rua lançou o Mapa do Impeachment, uma ferramenta online para mobilizar a sociedade civil a pressionar políticos e aderir ao movimento pela queda de Dilma Rousseff. Políticos da base aliada da presidente Dilma Rousseff foram lembrados pelos manifestantes do movimento Vem Pra Rua neste domingo (13/03) no Rio de Janeiro

Ao longo da passeata, o movimento vem citando, sempre com vaias, os nomes que ainda apoiam a presidente. Foram alvos: os deputados federais Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Leonardo Picciani (PMDB-RJ), o senador Lindberg Farias (PT-RJ), o secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventudde do Estado do Rio de Janeiro, Marco Antonio Cabral (PMDB-RJ), e o pré-candidato à prefeitura da cidade Pedro Paulo Carvalho (PMDB-RJ). Pedro Paulo foi chamado como “o camarada que usou da força contra o sexo oposto”, pelo o locutor que lembrou o caso revelado por VEJA de agressão a sua ex-mulher.

O provável adversário de Pedro Paulo, Carlos Osório, recém-filiado ao PSDB, fez questão de participar como manifestante e faturar politicamente para eleição de outubro. “É preciso mandar uma mensagem muito clara. Não concordamos com o processo em Brasília, estamos vigilantes e queremos sonhar juntos com um futuro e um país melhor”, afirmou o tucano. (Thiago Prado, do Rio de Janeiro)