Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
#VirouViral Por Coluna Como surgem e se espalham os assuntos mais comentados da internet

#MarileneNãoSeMete: a história da frase que dominou as redes

Duas personagens dominaram a internet brasileira na segunda-feira (26): Ana Helena Pisponelly e Marilene

Por Da redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h44 - Publicado em 27 set 2016, 17h00

Duas personagens dominaram a internet brasileira na segunda-feira (26): Ana Helena Pisponelly e Marilene. Mais que elas, a frase #MarileneNãoSeMete. De onde veio essa hashtag, afinal?

A origem: na semana passada, depois de assistir a um show da banda Pixote, Ana Helena postou um vídeo no Facebook (confira no fim deste post) em que apareceu chorando por não ter conseguido ir ao camarim do vocalista Dodô. De acordo com ela, que estava no camarote do evento, o cantor a teria olhado a noite inteira enquanto realizava sua apresentação. Ainda, diz que Dodô pediu para sua equipe levá-la ao palco, mas a fã não pôde aceitar por causa do namorado, ciumento, que a acompanhava. No momento no qual ela (supostamente) dialogava com o namorado, que não apareceu no vídeo, uma segunda voz, a quem Ana Helena chama de Marilene, começou a dizer que não havia amante algum, que tudo não passaria de uma invenção da cabeça dela. Daí surgiram dois bordões: “Marilene, não se mete” e “Marilene, dá licença”.

Marilene é a mãe de Ana Helena, com quem este blog manteve contato via Facebook. Disse Marilene à filha, no vídeo: “quem manda nessa casa sou eu e seu pai”. Ao #VirouViral, Ana Helena afirmou estar surpresa com a repercussão do que seria uma “brincadeira”. Além disso, confirmou a história do vídeo: Marilene é sua mãe e o namorado não estava ao lado de Ana Helena na cama, durante a gravação. Contudo, ainda não confirmou ou não a existência de seu amante – só que prometeu gravar um vídeo para este blog, explicando todo o seu lado da história. Estamos na espera.

Questionado sobre o assunto, o cantor Dodô também contou sua versão da história: “Não aconteceu de verdade essa parada. Não chamei ninguém, foi tudo imaginário. Um lance muito louco”.

Leia também
A mensagem do pai que está aprendendo a escrever…
A grávida que levou bronca de Ivete Sangalo realmente corria risco?
Cuidado antes de compartilhar: como no caso da italiana que se suicidou, um post pode matar

Um “lance” que também prova, mais uma vez, como, nas redes sociais, os assuntos banais têm potencial para virar meme da noite para o dia. Por vezes, causando sofrimento em seus personagens. Noutras, alegria de se ter conquistado uns minutos nos holofotes virtuais.

Continua após a publicidade

Com a repercussão, Ana Helena se pronunciou, principalmente via Facebook (ela parece estar curtindo a repercussão da “brincadeira”, pelos seus posts):

https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fanahelena.pisponelly%2Fposts%2F1177594505630359&width=500

https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fanahelena.pisponelly%2Fposts%2F1178152195574590&width=500

https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fanahelena.pisponelly%2Fposts%2F1178745972181879&width=500

Se ainda não viu por aí, confira o vídeo da #MarileneNãoSeMete:

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fanahelena.pisponelly%2Fvideos%2F1174053219317821%2F&show_text=0&width=560

Continua após a publicidade
Publicidade