Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

‘Tel Aviv em Chamas’ faz humor genuíno com amizade entre árabe e judeu

Filme acerta no tom cômico ao mostrar os bastidores de uma novela escrita pelos dois lados do conflito do Oriente Médio

Por Isabela Boscov Atualizado em 30 out 2020, 10h35 - Publicado em 30 out 2020, 07h00

É 1967, e a novela palestina Tel Aviv em Chamas é um sucesso em Israel e na Cisjordânia. Suas reviravoltas folhetinescas ficam ainda mais excitantes quando Salam (Kais Nashif), um rapaz árabe à toa na vida, começa a colaborar no roteiro, com a ajuda do oficial judeu Assi (Yaniv Biton), que conheceu em um checkpoint — mas a coisa ameaça descarrilar quando os patrocinadores reclamam que a trama está ficando muito equânime. Escrita em parceria por um palestino e um israelense, a comédia faz humor genuíno, cheio de doçura, com o conflito do Oriente Médio, sem nunca reduzir o que ele tem de grave ou trágico. Em cartaz nos cinemas.

 

Publicidade