Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neil Young: muito rock’n’roll na volta da parceria com Crazy Horse     

Disco, que foi gravado praticamente ao vivo, traz algumas canções que se assemelham a sessões de improviso e rocks para ouvir no volume máximo

Depois de sete anos, o cantor e compositor canadense se reúne com o Crazy Horse, grupo com o qual lançou seus discos mais roqueiros — como Rust Never Sleeps, de 1979. Há uma baixa: o guitarrista Frank Sampedro optou por não participar e foi substituído por Nils Lofgren, da banda de Bruce Springsteen (e que já colaborou com Young). Mas a essência da parceria se mantém: uma explosão de guitarras distorcidas forra à perfeição os vocais anasalados do canadense. Colorado foi gravado praticamente ao vivo e traz algumas canções que se assemelham a sessões de improviso — caso de She Showed Me Love, com mais de treze minutos. Rocks como Shut It Down pedem para ser ouvidos no volume máximo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s