Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

‘Meninos de Zinco’ desmistifica versão soviética da Guerra do Afeganistão

Obra da autora bielorussa Svetlana Aleksiévitch chega ao Brasil em tradução inédita 30 anos após lançamento original

Por Amanda Capuano Atualizado em 24 abr 2020, 10h53 - Publicado em 24 abr 2020, 07h00
LIVRO – Meninos de Zinco, de Svetlana Aleksiévitch (tradução de Cecília Rosas; Companhia das Letras; 368 páginas; 59,90 reais ou 39,90 reais na versão digital) //Divulgação

Entre 1979 e 1989, milhares de soldados soviéticos da Guerra do Afeganistão foram devolvidos às famílias em caixões de zinco. Com depoimentos de veteranos, médicos e parentes, a autora bielorrussa Svetlana Aleksiévitch — Nobel de Literatura em 2015 — dá voz aos personagens do conflito que ceifou a vida de 15 000 soviéticos e mais de 1 milhão de afegãos. Publicado em 1991, o livro desfez a imagem romantizada da guerra pregada pelo regime comunista. A obra chega ao Brasil em tradução inédita direta do russo.

Publicidade