Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Em disco folk feito em casa, Hayley Williams fala de separação e solidão

No ótimo 'Flowers For Vases/Descansos', segundo da carreira solo, cantora do Paramore sai do emo-rock e repassa a própria vida em faixas reflexivas

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 19 fev 2021, 10h42 - Publicado em 19 fev 2021, 07h00
Flowers For Vases
DISCO – Flowers For Vases / Descansos, de Hayley Williams (disponível nas plataformas de streaming) ./.

Nos últimos quinze anos, Hayley Williams, 32, firmou-se como uma das principais representantes do emo-rock — vertente emotiva e melodiosa do gênero. Sua voz potente e aguda, aliada a uma postura elétrica nos palcos, alçou o Paramore ao estrelato. Antes da pandemia, ela lançou seu primeiro álbum-solo, o pop Petals for Armor. Agora, inspirada pelo confinamento, entrega um disco folk. As faixas — todas compostas por ela — falam de separação e solidão. Em KYRH, piano e violoncelo dão dramaticidade à letra. Na reflexiva Just a Lover, ela repassa a própria vida.

 

Publicidade