Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Edição comemorativa dos 50 anos de ‘Abbey Road’ traz sobras espetaculares

Entre os destaques estão o solo de três guitarras em 'The End' e as brincadeiras de Lennon antes de 'Golden Slumbers'

Por Sérgio Martins Atualizado em 4 out 2019, 11h30 - Publicado em 4 out 2019, 07h00

(Universal) John, Paul, George e Ringo já não se suportavam ao se unir ao produtor George Martin para mais um disco. O clima no estúdio não foi fácil, mas Abbey Road (1969) fecharia gloriosamente a discografia do quarteto inglês (que acabou meses depois). Há o lado rock e blues de Lennon em Come Together, o pico de Harrison como compositor em Something e McCartney ousando na criatividade com a minis­sinfonia na segunda parte do álbum. A edição do quinquagésimo aniversário de Abbey Road resgata sobras espetaculares, como um solo de três guitarras em The End e as brincadeiras de Lennon antes de Golden Slumbers. Em I Want You, eles são interrompidos por vizinhos bravos com o barulho. Lennon diz aos colegas que aquela seria a última chance de eles tocarem alto. Foi profético.

Publicidade