Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Coletânea vê o melhor de Antônio Maria, joia da crônica nacional

'Vento Vadio', com quase 200 textos, revisita o passado da família do cronista, que, dono de uma inesgotável ironia, retratou como poucos a vida carioca

Por Raquel Carneiro Atualizado em 24 nov 2021, 17h56 - Publicado em 19 nov 2021, 07h00
LIVRO - Vento vadio — as crônicas de antônio maria (Organização de Guilherme Tauil; Todavia; 469 páginas; 89,90 reais e 54,90 reais o e-book) -
LIVRO – Vento vadio — as crônicas de antônio maria (Organização de Guilherme Tauil; Todavia; 469 páginas; 89,90 reais e 54,90 reais o e-book) – //Divulgação

“Nós éramos uns quinze primos feios, quinze loucos”, diz, com sua inesgotável ironia, o pernambucano Antônio Maria (1921-1964). O trecho, tirado de um dos quase duzentos textos desta coletânea, conduz a uma visita ao passado de sua família rica, que perdeu tudo com a falência dos engenhos. Parte da era de ouro da crônica nacional, ao lado de nomes como Rubem Braga e Sérgio Porto, Maria retratou como poucos a noite carioca, os dilemas do amor e da família e as agruras de ser um nordestino longe do lar.

 

 

VEJA RECOMENDA | Conheça a lista dos livros mais vendidos da revista e nossas indicações especiais para você.

Continua após a publicidade

Publicidade