Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

‘A Última Carta de Amor’ é pedida certa para românticos incorrigíveis

Disponível na Netflix, filme com Shailene Woodley adapta história de Jojo Moyes em que uma jornalista encontra cartas de amor proibido datadas dos anos 60

Por Isabela Boscov Atualizado em 23 jul 2021, 18h11 - Publicado em 23 jul 2021, 07h00

Em 1965, em férias na Riviera com o marido rico e bonito, mas frio e cheio de desaprovação, Jenny (Shailene Woodley) conhece o jornalista Anthony (Callum Turner), que não vê nela nada que desaprovar, ao contrário. No presente, a repórter Ellie (Felicity Jones) descobre uma carta de amor que a intriga — e passa a importunar Rory (Nabhaan Rizwan), o arquivista do jornal, na tarefa de achar outras cartas que possam ajudá-la a identificar o casal que se correspondia com tanta paixão. O filme da diretora americana Augustine Frizzell talvez não cause tanta comoção quanto Como Eu Era Antes de Você, também adaptado de um livro de Jojo Moyes. Mas, para os românticos, é um programa palpitante. Disponível na Netflix.

Livro – A Última Carta de Amor

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade