Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Valentina Sampaio: a primeira mulher transgênero da Victoria’s Secret

Contratação da modelo é estratégia da grife para se encaixar nos novos tempos — e alavancar as vendas e a popularidade

Por Fernanda Thedim - Atualizado em 12 ago 2019, 11h04 - Publicado em 9 ago 2019, 07h00

Há três anos, quando se mudou para São Paulo, a cearense Valentina Sampaio, 22 anos, sabia aonde queria chegar: à capa das principais revistas de moda. Dito e feito. Um ano depois, a modelo estampava a edição francesa da Vogue e, agora, acaba de estrelar uma campanha da Victoria’s Secret — a primeira mulher transgênero a se desvestir para a grife de lingerie. “Não foi um caminho fácil. Já aconteceu de eu estar pronta para fotografar e ser dispensada, porque acharam que não ia passar uma boa imagem para as clientes”, diz ela. No caso da Victoria’s Secret, boa imagem foi justamente o motor da contratação: com as vendas em baixa e a popularidade afetada pelas acusações de sexismo e culto à magreza, a grife luta para se encaixar nos novos tempos.

Com Jana Sampaio

Publicado em VEJA de 14 de agosto de 2019, edição nº 2647

Publicidade